Rádio Socorro
Home > Notícias > Mortes causadas pelo H1N1 crescem 163% neste ano na região de Campinas

Mortes causadas pelo H1N1 crescem 163% neste ano na região de Campinas

A região de Campinas registrou 29 mortes por gripe este ano, a maioria pelo vírus H1N1, 163% a mais que no ano passado. Mesmo assim, existem ainda doses da vacina contra o vírus nas seguintes cidades: Itapira, Piracicaba, Limeira, Santa Bárbara d’Oeste, Estiva Gerbi, Iracemápolis, Lindóia, Louveira, Nova Odessa, Paulínia e Pedra Bela.

Em Itapira a preocupação aumentou com mais uma morte confirmada da doença. No total, são cinco casos confirmados neste ano na cidade, além de outros três suspeitos, aguardando resultado.

Com o vírus ainda em atividade no último mês de inverno, quem faz parte do grupo de risco deve se proteger, diz a médica Sílvia Vesti. “As pessoas ficam em ambientes aglomerados, mal ventilados. Existem ainda muitas pessoas doentes e infectadas pelo vírus da gripe, então a chance de transmissão ainda é muito grande.”

Ela reforça a necessidade de vacinação para quem já se preveniu nos outros anos. Para quem mora em cidades onde não há mais vacina e permanece sem condições de pagar uma clínica, a orientação é se cuidar “com boa alimentação, prática de atividade física ao ar livre, evitar ambientes com aglomeração e mal ventilados e passar álcool gel nas mãos em contato com lugares públicos”.

Fazem parte do grupo de risco crianças com mais de seis meses, até nove anos de idade; pessoas com mais de 50 anos; grávidas; mulheres que acabaram de ter filho e pessoas com doenças crônicas.

Fonte: g1.com

Compartilhe:

Comentários

Outras notícias


Receba atualizações

Anunciantes

Telefones da rádio Socorro

Peça sua música